Arte da Guerra fala sobre a Lockheed Martin

Arte da Guerra fala sobre a Lockheed Martin

Nós conversamos sobre a maior empresa militar dos Estados Unidos com o senhor Comandante Robinson Farinazzo do Canal Arte da Guerra. Nesse vídeo o Comandante apresenta os principais produtos e fala de algumas vantagens competitivas da Lockheed Martin.

Nós sabemos que mais importante ao analisar uma empresa não é olhar números, mas entender como funciona o Case de Negócio da empresa. Conhecer seus produtos, clientes, seus riscos e como ela se posiciona para o futuro.

Conseguir essas informações sobre o Case de Negócio é a tarefa mais complexa. Geralmente precisa-se de um especialista da área. O Comandante concordou em dividir um pouco seu conhecimento sobre a empresa com o público aqui do blog.

Bate papo com o Canal Arte da Guerra sobre a Lockheed Martin

Robinson Farinazzo

Robinson Farinazzo é oficial da Marinha brasileira com extensa expertise em tecnologia aeronáutica. Piloto de aviões, graduado em Administração de Empresas, atuou em diversos cargos em sua carreira militar, especializando-se através de cursos, seminários , simpósios e intensa experiência de campo.

Dentre os projetos tecnológicos mais importantes que participou, destacam-se:

  • Homologação de metralhadoras para helicópteros dos fabricantes Airbus/Aerospatiale, GKN-Westland/AGUSTA e Sikorsky.
  • Assentos ejetáveis e sistemas de armas/radares das aeronaves Boeing A-4 Skyhawk;
  • Transposição de mísseis anti-navio Exocet e Penguin para aeronaves de asas rotativas;
  • Requisitos técnicos para os novos aviões da Marinha e
  • Contratação, implantação e fiscalização de sistemas de apoio a trafego aéreo e simuladores em base aérea.

O canal Arte da Guerra

Pra mim, sem sombras de dúvidas o melhor canal militar do Youtube. Recomendo a todos se inscrever no canal Arte da Guerra.

Se você já é fã de temas militares, está aí um prato cheio pra você buscar mais conhecimento. Se você não é fã de assuntos militares, mas gosta de ganhar dinheiro, acompanhe da mesma forma para aprender mais sobre o assunto. O setor militar nos Estados Unidos é uma das industriais mais lucrativas da bolsa.

INSCREVA-SE NO CANAL ARTE DA GUERRA

O Comandante também possui um blog que pode ser acessado aqui.

O livro citado no vídeo pode ser adquirido na Amazon, através do botão abaixo ou neste link:

Para quem é assinante do Ex-Dividend a boa notícia que estou preparando para lançar, esse ano, uma carteira só com empresas militares. Ao melhor estilo Top Picks que temos hoje 😋

Aproveitem para assinar o XD que a partir do mês que vem teremos aumento de preços.

(Visitado 264 vezes, 1 visitas hoje)
Escola internacional ou casa – Imigração #22

Escola internacional ou casa – Imigração #22

Sobre as nossas reflexões acerca do nosso processo de imigração, começamos na semana passada falando em um vídeo sobre ficar na Alemanha ou ir para Portugal, relembre aqui. Então decidimos continuar no plano inicial, daí começamos a nos questionar ficamos em Duisburg ou iríamos para Düsseldorf. Ficar em Duisburg proporcionaria num primeiro momento focar mais na educação da minha filha, poderíamos coloca-la logo de cara numa escola internacional. Já ir para Düsseldorf gastaríamos mais com residência e teríamos uma qualidade de moradia superior. Veja abaixo o que decidimos fazer:

Enquanto isso…

Serie imigração

Estamos trazendo atualizações sobre nosso processo de imigração para Alemanha, conheça um pouco mais sobre como essa história começou aqui em Viver de Dividendos na Alemanha. Quando se toma a iniciativa de imigrar para algum país, precisa de um bom planejamento e determinação.

Tivemos que nos privar de algumas coisas por lá para chegar até aqui. Abaixo vamos colocar um breve resumo dos acontecimentos até o momento deste post.

Começamos a preparar a alguns anos e desde então temos caminhando para alcançar esse nosso objetivo. Tudo começou no Brasil em 2014 onde tivemos que estruturar todo nosso modo de vida por lá. Não só na vida pessoal como também na minha empresa que continuo tocando os negócios a partir daqui da Europa.

No inicio de 2016 aplicamos para o Canada que foi nossa primeira opção de imigração, tivemos nosso visto negado, simplesmente sem motivos óbvios já que tínhamos todos os requisitos.

Ficamos completamente arrasados por não conseguir o visto para o Canadá já que estávamos bem confiantes. Hoje vejo que foi a melhor coisa que me aconteceu, estou muito feliz aqui na Europa e não sei como não cogitei antes em vir para o velho mundo antes de pensar no Canada.

A partir daí começamos a procurar alternativas e encontramos várias aqui na Europa e algumas na Asia como Austrália e Nova Zelândia. Optamos pela Europa por diversos fatores, talvez um dia aborde isso aqui.

No meado de 2016 começamos o Stage 2 onde iriamos para Irlanda passar alguns meses aprimorando o inglês.

Chegamos no final de 2016 e desbloqueamos ao Stage 3 que é a fase na qual vamos começar o processo de visto para a Alemanha, ocorre que tivemos um problema no visto e não conseguimos aplicar da forma que estávamos programando.

Voltamos para o Brasil no inicio de 2017 retornando ao Stage 1 completamente arrasados novamente. Poderíamos ter pensado em desistir mais uma vez, mas persistimos colocamos a cabeça no lugar e traçamos novos planos.

Voltamos a estaca zero, em seguida resolvemos ativar o plano B que era Portugal, esse seria nosso novo Stage 1.

Já tinha uma empresa aberta em Portugal, mas optamos por outro visto mais simples, resolvemos aplicar para o visto de Portugal no qual começo a falar nesse vídeo.

Com a autorização para residência pré emitida no Brasil, viemos para Portugal no meado do ano de 2017, por lá passamos em Lisboa alguns dias para resolver alguns detalhes da empresa, depois fomos para Figueira da Foz cidade onde apliquei para residência.

A residência saiu em Julho de 2017 e a conclusão do Stage 1 então deixamos Portugal em background e começamos o processo de visto para Alemanha.

Inscrição feita na faculdade em Agosto de 2017 ainda quando estávamos em Portugal, aqui iniciava o Stage 2. Viemos para Alemanha assim que a faculdade autorizou a matricula, no mês seguinte em Setembro desembarcamos em Düsseldorf para morar em Duisburg.

Falamos aqui de como foi difícil conseguir achar um imóvel. Aqui falamos sobre os problemas que tivemos para montar alguns moveis da nossa casa.

(Visitado 49 vezes, 1 visitas hoje)
Ficar na Alemanha ou mudar para Portugal – Imigração #21

Ficar na Alemanha ou mudar para Portugal – Imigração #21

Estava conversando com a Sra VdD sobre se continuaremos morando na Alemanha ou se iremos mudar para Portugal. entenda porque a imigração para Portugal chegou a ser cogitada por nós. Vamos falar sobre os pontos importantes que vemos em se morar na Alemanha e em Portugal. Analisamos a cidade de Dusseldorf e Lisboa.

ps. Um pequeno equívoco quando falei do valor do Imposto sobre Circulação do veiculo em Portugal considerei como se fosse mensal porém é um valor anual. Já o seguro e demais itens estão corretos.

Serie imigração

Estamos trazendo atualizações sobre nosso processo de imigração para Alemanha, conheça um pouco mais sobre como essa história começou aqui em Viver de Dividendos na Alemanha. Quando se toma a iniciativa de imigrar para algum país, precisa de um bom planejamento e determinação.

Tivemos que nos privar de algumas coisas por lá para chegar até aqui. Abaixo vamos colocar um breve resumo dos acontecimentos até o momento deste post.

Começamos a preparar a alguns anos e desde então temos caminhando para alcançar esse nosso objetivo. Tudo começou no Brasil em 2014 onde tivemos que estruturar todo nosso modo de vida por lá. Não só na vida pessoal como também na minha empresa que continuo tocando os negócios a partir daqui da Europa.

No inicio de 2016 aplicamos para o Canada que foi nossa primeira opção de imigração, tivemos nosso visto negado, simplesmente sem motivos óbvios já que tínhamos todos os requisitos.

Ficamos completamente arrasados por não conseguir o visto para o Canadá já que estávamos bem confiantes. Hoje vejo que foi a melhor coisa que me aconteceu, estou muito feliz aqui na Europa e não sei como não cogitei antes em vir para o velho mundo antes de pensar no Canada.

A partir daí começamos a procurar alternativas e encontramos várias aqui na Europa e algumas na Asia como Austrália e Nova Zelândia. Optamos pela Europa por diversos fatores, talvez um dia aborde isso aqui.

No meado de 2016 começamos o Stage 2 onde iriamos para Irlanda passar alguns meses aprimorando o inglês.

Chegamos no final de 2016 e desbloqueamos ao Stage 3 que é a fase na qual vamos começar o processo de visto para a Alemanha, ocorre que tivemos um problema no visto e não conseguimos aplicar da forma que estávamos programando.

Voltamos para o Brasil no inicio de 2017 retornando ao Stage 1 completamente arrasados novamente. Poderíamos ter pensado em desistir mais uma vez, mas persistimos colocamos a cabeça no lugar e traçamos novos planos.

Voltamos a estaca zero, em seguida resolvemos ativar o plano B que era Portugal, esse seria nosso novo Stage 1.

Já tinha uma empresa aberta em Portugal, mas optamos por outro visto mais simples, resolvemos aplicar para o visto de Portugal no qual começo a falar nesse vídeo.

Com a autorização para residência pré emitida no Brasil, viemos para Portugal no meado do ano de 2017, por lá passamos em Lisboa alguns dias para resolver alguns detalhes da empresa, depois fomos para Figueira da Foz cidade onde apliquei para residência.

A residência saiu em Julho de 2017 e a conclusão do Stage 1 então deixamos Portugal em background e começamos o processo de visto para Alemanha.

Inscrição feita na faculdade em Agosto de 2017 ainda quando estávamos em Portugal, aqui iniciava o Stage 2. Viemos para Alemanha assim que a faculdade autorizou a matricula, no mês seguinte em Setembro desembarcamos em Düsseldorf para morar em Duisburg.

Falamos aqui de como foi difícil conseguir achar um imóvel. Aqui falamos sobre os problemas que tivemos para montar alguns moveis da nossa casa.

(Visitado 102 vezes, 1 visitas hoje)
O caso do MFII11 da bolsa americana e sua fraude

O caso do MFII11 da bolsa americana e sua fraude

Você que tem o MFII11 na carteira é obrigatório assistir esse vídeo, pois vou mostrar um REIT (como um FII americano) que passou por um problema parecido com o MFII11. Você quer saber como se desenrolou a história do ARCP hoje chamado de VEREIT e o que aconteceu depois do escândalo? Bom talvez essa resposta possa te ajudar a tomar a decisão mais correta acerta do que fazer quando o MFI11 voltar a ser operado no mercado.

Aquele velho clichê de o inteligente aprende com seus erros, o sábio aprende com os erros dos outros. Veja como os americanos erraram e tente aprender com os erros deles.

Invista nos Estados Unidos

Se você gostou da lista e quiser comprar empresas de crescimento de dividendos, saiba que é possível investir nos Estados Unidos de forma simples e barata. Não precisa ter tanto dinheiro e pode-se operar daqui do Brasil.

Abra sua conta numa corretora americana, diversifique seus investimentos em dólar e comece agora mesmo a montar sua carteira de ações nos Estados Unidos. Veja aqui como Abrir uma conta na corretora americana.

(Visitado 88 vezes, 1 visitas hoje)
Balanço Comentado – Ultrapar – UGPA3 – #2018

Balanço Comentado – Ultrapar – UGPA3 – #2018

Vamos nesse balanço comentado falar sobre os últimos resultados da Ultrapar UGPA3 nesse 1T18. Falaremos sobre o histórico da empresa até o momento e principalmente vamos abordar os maiores riscos da Ultrapar. Quer saber o que pode comprometer a Ultrapar e fazer com que ela perca cerca de 70% dos seus lucro ? Então confira no vídeo abaixo.

gosteiTodo o conteúdo do blog é distribuído gratuitamente e continuará assim pra sempre .  A única forma de remuneração é através da inserção de propagandas, portanto, se gostou do vídeo, por favor, clique no botão de “Gostei”, no topo do vídeo.  Desta forma, quando clicar na propaganda que aparece antes do inicio do vídeo, o blog será remunerado.

Tá rolando um debate nos comentários sobre as possibilidades de recarga do carro, particularmente acredito que no futuro a energia será transmitida pelo ar via wifi, parece loucura… nem tanto, já existem cases de celular que você não precisa mais de conectar cabo nele, recebe a energia via ar, onde vc estiver na sua sala o celular vai estar sendo carregado, confira no video abaixo.

Acredito que com isso as ruas devem ter algum dispositivo que envie essa energia diretamente para os carros. Assim sendo, não precisaríamos de postos para isso, nem nada de troca de bateria ou recarga como vemos hoje.

Outro complemento do leitor Cristian Gadelha foi essa noticia de que no Japão (sempre o ele na frente de tudo) já temos mais tokens de recarga do que bombas de combustível, essa aí é para os que acham que isso nunca iria ocorrer. Leia aqui.

Colabore com o blog

Todo o conteúdo do blog é distribuído gratuitamente. Acredito que a informação deve ser democratizada, minha ideia ao criar o blog, foi acima de tudo, ser um instrumento para ajudar o pequeno investidor a conhecer e compartilhar informações sobre a bolsa de valores e o mundo dos negócios. Por isso sempre estou a produzir conteúdos relevantes ao tema, trazendo vídeos e artigos atualizados.

joker LREN

Se você gosta do blog, se você já aprendeu algo por aqui, se você se identifica de alguma forma com o nosso trabalho realizado aqui e quiser demonstrar isso através de uma colaboração, utilize um dos botões na lateral do site para realizar uma doação única, agora estamos com a opção de bitcoin. Nós deixaremos nosso muito obrigado a você no nosso Papo de Dividendo. Já pagou seu dizimo esse mês? “Há quem dê generosamente, e vê aumentar suas riquezas; outros retêm o que deveriam dar, e caem na pobreza.” (Provérbios 11:24)

 

(Visitado 88 vezes, 1 visitas hoje)