Rentabilidade e sua inutilidade

Rentabilidade e sua inutilidade

rentabilidade-tesourodiretoSe tem uma das coisas que mais tira pessoas na bolsa é a tal rentabilidade. Não sei porque todo investidor tem a mania de viver calculando a rentabilidade de seus investimentos.

A rentabilidade é útil pra quem faz trade, para fundos de investimento para milionários saberem de seus resultados agora para o pequeno investidor que faz Buy And Hold ela não tem o menor sentido.

O grande vilão nos investimentos não é o governo, nem o cenário macro econômico mas nos mesmos com nossas emoções. São poucas pessoas que conseguem controlar suas emoções tanto na euforia quanto no pânico do mercado. Se você estiver nesse grupo pode se considerar um privilegiado. Diante disso a rentabilidade se torna uma verdadeira arma que mais lhe atrapalha do que ajuda.

O que importa é o quanto você consegue economizar no final do mês e a quanto tempo você investe, esses dois fatores são os fundamentais no crescimento dos juros compostos. Veja abaixo no estudo que fiz mostrando uma pessoa que investe 12 mil por ano a uma rentabilidade de 5% e uma outra pessoa que investe 6 mil por ano a uma rentabilidade de 10% nem precisa explicar nada os número falam por si só:

rentabilidade vs trabalho

Acompanhe no gráfico acima que não importa a rentabilidade quando se está na fase de acumular patrimônio, mas o que importa é o valor que você economiza por mês das suas despesas para converte-las em mais investimentos. A rentabilidade só será útil quando sua carteira estiver completamente formada, ou seja, quando sua renda passiva superar em 2x as suas despesas mensais. Nessa hora você terá um valor considerável de patrimônio investido no mercado aí 1% ou 0,5% a mais ou a menos farão toda a diferença.

Outra coisa que me deixa injuriado é a tara que o pessoal tem para saber o preço atual da ação e comparar com o preço que comprou para saber o quanto ganhou sendo que no momento que você compra o ativo ele vai valer aquele preço de compra ate o momento de vender se nunca vede-lo ele sempre valerá pra você aquele valor de compra. 

Por isso é o que sempre falo nos meus artigos, procure empresas boas e esqueça o quanto elas valem a preço de mercado, não importa o preço que você pagou e nem o quanto ela vale agora, se ela continuar boa você nunca precisará vende-la.

Se acompanhar a minha carteira vai perceber que nunca guardo o preço de mercado do ativo, mas apenas o preço que paguei, trabalho sempre com o preço médio, que é o mesmo PM para declaração do imposto de renda e estou me lixando para o valor de mercado atual a única coisa que me importa é se a empresa continua dando bons resultados, se algum dia ela piorar eu vendo ao preço de mercado aceito o prejuízo e vejo onde errei e sigo a bola pra frente.

Saiba mais obre esse assunto neste artigo que comprara em números quem investe em rentabilidade vs aportes.

(Visitado 218 vezes, 2 visitas hoje)