Você está preparado para a próxima crise na bolsa?

Com o mercado atingindo topos históricos é muito comum vermos investidores começarem a prever o apocalipse financeiro. Nesse video, vou responder a pergunta de como me preparo para enfrentar a crise na bolsa. Além dele, não deixe de ler o conteúdo do artigo que tem diversas informações importantes não mencionadas no video.

Tem um post que fiz um reTwitter que ilustra bem isso, confira mais abaixo. O que muitos investidores não entendem é que o mercado de ações É e sempre será cíclico.

Vou colar a imagem do Twitter aqui direto pra você verem a quantidade de pessoas que começaram a prever o “fim do mundo” na bolsa de valores americana, chega a ser engraçado como isso costuma se proliferar.

Proliferação das previsões de mercado urso desde que o mercado atingiu o top histórico
Proliferação das previsões de mercado urso desde que a bolsa atingiu o topo histórico

Sabe que é engraçado que desde o dia que abri esse blog as pessoas veem aqui e postam: “eu queria investir na bolsa americana, mas o mercado está alto e escutei de fulano e sicrano que vai acontecer um crash aí eu vou entrar na bolsa”. Enquanto eles ficaram repetindo isso inúmeras vezes nos comentários eu foquei na minha estratégia e o que tenho pra mostrar pra esses que estão até hoje esperando o mercado Bear é esses dois gráficos:

Patrimônio do VdD em 2018
Evolução do patrimônio do VdD na bolsa até 2017, consulte pagina de carteira para um mais atualizado.
Dividendos por ano recebidos pelo VdD enquanto o trem passava eles olhavam pela janela
Dividendos por ano recebidos pelo VdD enquanto isso eles viam a vida passar pela janela.

Na última vez que o Urso entrou em cena foi em 7 de julho de 2008 onde o S&P500 entrava no território do urso, depois de cair -20% desde seu topo em outubro de 2007.

De modo geral os mercados Urso tem uma duração de 18 meses, considerando-se desde a grande depressão. Se analisarmos desde 1956, veremos que a média do mercado urso é de 14 meses.

O mercado Urso leva em média cerca de 5 anos para se recuperar e retomar ao topo antes de ter entrado no mercado urso. Porém, se analisarmos de 1956 para cá o tempo médio de recuperação cai para 2,9 anos.

Atualmente as ações estão no mercado de alta nos últimos 8-9 anos. Isso torna mais fácil para muitas pessoas manter os ativos na carteira, mas principalmente para aqueles que acreditam que vão começar a caminhada rumo a independência financeira e vai chegar a reta final sem nenhum ciclo.

Antes de escrever esse post, fiquei imaginando e me perguntei:

O que aconteceria se meu patrimônio cair 50% esse ano ?

Eu sei que muitos investidores que estão focados em ações buscando o retorno total ficariam tristes com essa perspectiva. Imagina se você economizou durante 20 anos e acumulou um patrimônio de $1 milhão de dólares. Então bum – em um ano, metade do seu patrimônio liquido, sangue, suor e lagrimas – se foi. Você estaria em pânico ?

Eventualmente se for um investidor de ETF, certamente estaria chorando sangue. Veja aqui porque.

Eu fico totalmente indiferente a uma queda de 50% no meu patrimônio de ações. Pois, como um investidor de crescimento de dividendos, estou isolado das variações de preço pois o meu retorno vem dos dividendos e não da valorização das ações. Isso porque se você focar no poder de geração de caixa do negócio, lembre-se o caso do Sr. Grammel, irão gerar pagamentos de dividendos crescentes, conforme mostrei no meu gráfico pessoal do inicio do post.

É muito reconfortante continuar a receber seus dividendos, mesmo quando o mercado em todo o mundo está caindo. Quando todo mundo está chorando sangue, eu tenho o privilegio de continuar a receber meus dividendos e pagar minhas contas com eles ou recomprar mais ações a avaliações extremamente baixas.

Desde que os fundamentos da empresa continuem bons, posso ignorar completamente as flutuações de preço das ações. Esta é uma das caraterísticas mais importantes que você terá ao se tornar um investidor de crescimento de dividendos, como eu.

Aqueles que não entendem isso, são geralmente os que nunca conseguirão chegar na reta final apenas com sua taxa de poupança. Querem milagrosamente fazer um Trade salvador ou acham que entendem dos ciclos do mercado. Geralmente são aqueles mesmos investidores que entram no ano 1 e no ano 3 já saem da bolsa.

Ciclos do mercado americano ao longo dos anos
Ciclos do mercado americano ao longo dos anos

Se você entra na bolsa com o jeito do VdD de investir. Montando uma carteira de crescimento de dividendos, e depois fica desesperado com o próximo Bear então não entende absolutamente nada de ciclo econômico.

Coloquei acima um gráfico muito importante para ilustrar os ciclos do mercado, veja que de modo geral o mercado fica em Bull na média por quase 9 anos seguidos e em Bear por por 1,4 anos.

Ou seja ele passa maior parte do tempo em tendencia de alta. Você acha que em 20 anos operando no mercado provavelmente deve passar por 2 Bear, talvez menos dependendo do clico, mas é quase impossível não passar por pelo menos 1. Se você não conseguir lidar com isso, saia da bolsa imediatamente e vai procurar outro ativo para investir.

Aí entra duas categorias de investidores que considero as mentalidades mais arriscadas que existe.

Primeiro é o que se acha o mago dos investimentos e vai conseguir acertar todos os ciclos, ele acredita que vai entrar no início do mercado Bull e vai conseguir medir certinho o momento antes do mercado entrar em Bear e vai sair antes. É aquele típico investidor que comenta, agora é hora de investir em bitcoin, agora é hora de investir em TD, agora vamos voltar para ações, só que nunca acertar esses momentos em nenhum dos investimentos e o que acontece com o seu capital quando ele fica entrando e saindo das ações?

Patrimônio é igual sabão quanto mais você mexe, mais ele diminui!

O outro grupo de risco é aquele que diz que não vai entrar na bolsa porque está no topo, ou em alguma bolha. Tirou isso da cabeça dele, ou ele escutou alguns daqueles “gurus” lá do inicio do post que pregam o apocalipse, e ele vai esperar a bolha estourar para entrar. Aí o gênio acha que ele vai passar 10 anos da vida guardando dinheiro embaixo do colchão para entrar dando all-in em 1,3 anos na bolsa.

É o típico investido que vive falando que vai entrar na bolsa no próximo ciclo, mas nunca entra na verdade. No pensamento dele é mais vantagem passar 10 anos da vida guardando a grana debaixo do colchão ou numa poupança da vida. Ao invés do dinheiro estar gerando mais dinheiro pra ele ao longo desses 10 anos, ao invés desse capital estar pagando dividendos para ele todo ano, ele deixa parado lá desvalorizando em cima de uma moeda fraca. Aí ele acredita ser iluminado para achar o ponto G do mercado e entrar com toda essa grana de uma vez. No final ele se acha um Warren Buffett brasileiro, mas acaba se tornando isso aqui.

O mercado vai subir até Marte!

Um outro grupo de investidores, são aqueles que acreditam que o mercado de ações nunca vai parar de subir. Ele acha que o mercado vai ficar subindo ad-eterno e nos vimos no gráfico que não é bem isso que ocorre. Aquele gráfico é muito útil, pois você entende que o mercado vai subir a maior parte do tempo, mas vai ter momentos, mesmo que curtos, que ele vai entrar em queda o que chamamos de Bear Market.

Então conhecendo isso você deve estar mentalmente preparado para esses momentos. Conhecer um pouco dessa história e entender como ele se comporta ao longo dos anos é fundamental para isso. Por isso estamos falando sobre esse assunto aqui neste post. O futuro nunca vai se repetir exatamente como ocorreu no passado.

A verdade é que ninguém pode prever os preços das ações. E muito menos se o passado vai se repetir no futuro, então é muito comum vermos investidores acharem que as ações vão subir sempre, que os ETFs ou fundos vão sempre subir no longo prazo.

Por isso eu concentro meus investidos em ações de dividendos, pois isso é dinheiro depositado na minha conta, eu não tenho que vender minhas ações no Bear com o mercado despencando para pagar minhas contas.

Os dividendos são mais estáveis que os ganhos de capital, já falei sobre isso aqui. São uma ligação direta entre os lucros da empresas e o seu valor.  Assim, dividendos retiram valor de um investimento em ação – a cada trimestre.

Uma vez que você entende que os preços são imprevisíveis e variam muito, encontrar estratégias que são focadas em venda de ativos, como as adotadas por investidores de ETF e alguns investidores que vivem a falar no youtube que você tem que procurar empresas que não distribuem dividendos e esquecer empresas de crescimento de dividendos, se torna algo extremamente arriscado.

Porque essas estratégias são arriscadas?

Porque o valor de mercado de $1 de lucro pode variar drasticamente, baseado no humor do mercado. No entanto, $1 dólar distribuído de dividendo será $1 dólar independente de como o mercado acordou.

Para quem investe como o jeito do VdD de investir, pouco vai importar se o mercado caiu 50% ou subiu 50% pois ele continuará a receber sempre um dividendo maior. No final das contas quem pagará suas despesas não será o animo do mercado, ele não estará delegando ao mercado o quanto ele deve receber, mas sim será algo que estará sobre o seu domínio, ter escolhido empresas que pagarão sempre mais dividendos ao longo dos anos.

Se olharmos a última recessão, veremos muitos cortes de dividendos. No entanto, empresas que tinham históricos consistente de aumento dos dividendos, não sofreram deste mau. Empresas como KO, WMT, PG, JNJ entre outras que você pode encontrar aqui e também na nossa carteira de ações nos Estados Unidos a Ex-Dividend, continuaram a crescer seus dividendos aos acionistas.

Como montar uma carteira que irá distribuir mais dividendos mesmo durante a crise e ciclos do mercado

Claro, que ter essa minha tranquilidade de poder dormir bem a noite com a minha carteira. Sabendo que, independente do animo do mercado, estarei recebendo meu salário no final do mês precisa de seguir esses princípios bem de perto:

  • Montar uma carteira bem diversificada
  • Procurar crescer seus aportes ao longo dos anos
  • Construir seus portfólio lentamente
  • Segurar essas ações por pelo menos 20 anos
  • Buscar um equilíbrio entre o crescimento, ganhos de capital e dividendos
  • Buscar conhecimento continuo

Se quiser uma proteção contra os ciclos, repare a minha carteira ou a nossa carteira top picks do Ex-Dividend e observe que boa parte das empresas cresceram os dividendos por pelo menos 10 anos consecutivos. Isso irá cobrir aproximadamente 2 ciclos econômicos. Faço isso para filtra empresas que conseguiram crescer dividendos sem ter um case resiliente por trás, apenas estavam no lugar certo na hora certa. A maioria das empresas que cortam dividendos durante o ciclo são empresas que não tinham tradição de aumentar os dividendos consecutivos por pelo menos 10 anos.

Eu quero empresas na minha carteira que tenham a probabilidade de aumentar os dividendos acima da média, para manter o poder de ganhos quando as coisas ficam difíceis. Essas são as empresas que continuarão pagando mais e mais dividendos durante a próxima recessão.

Uma vez que meu foco ao avaliar empresas é no seus fundamentos de longo prazo e como as empresas vão se comportar diante das adversidades do mercado. Essas são as empresas que continuarão pagando dividendos crescentes durante a próxima recessão. Meu foco está nos fundamentos da empresa e seu case de negócio no longo prazo, ao invés de acompanhar a maníaca psicose do mercado, isso evita que de preocupar-me com as flutuações loucas do mercado.

Por conta disso, estou menos propenso a entrar em pânico, quando o preço das minhas ações caem. Além do fato, de que o recebimento dos dividendos também serve como um reforço positivo, evitando assim que entre na espiral depressiva do mercado.

Eu também tenho flexibilidade, porque posso vender os ativos que tiverem dividendos cortados. Eu posso comprar um novo ativo que pode proporcionar ganhos sustentáveis e dividendos crescentes a fim de manter os níveis de renda.

Eu sei que as arvores não crescem até o céu. As ações sobem de preço, geralmente por conta de um aumento de lucros, que consequentemente traduziremos em um crescimento de dividendos. No entanto, a correlação entre lucro e valor das ações pode não ser muito clara no curto prazo.

Às vezes, empresas são vistas favoravelmente pelo mercado, e às vezes elas são vistas desfavoravelmente. Muitas vezes, ocorre de uma empresa continuar crescendo lucros e dividendos e, no entanto, preço de suas acoes permanece estagnado por anos.

Eu sou paciente o suficiente e não me preocupo se o preço das minhas ação não sair do lugar por longos anos. Outros consideram isso uma heresia, pois foram ensinados que você precisa de comparar seu portfólio com um benchmarks todos os meses, falarei sobre isso em outra oportunidade, só deixando uma ponta solta aqui. Se você for underpeform (performar abaixo do índice) significa que você precisa de abandonar sua estratégia.

Se eu vender meus ativos a qualquer momento que o mercado os verem como desfavoráveis, eu jamais estaria com a bola de neve crescendo, lembre-se novamente da barra de sabão. Pessoas que alteram suas estratégias frequentemente nunca conseguem chegar no end-game, veja um exemplo disso aqui, conhecendo e entendendo o pior fundo de investimento da história.

Eu sei que durante o próximo mercado Urso, meu portfólio vai continuar gerando dividendos crescentes na minha conta. Não tenho que me preocupar com as flutuações de preço das ações. A principal coisa que preciso de fazer é manter o foco sobre aquelas empresas que têm modelos de negócios que são construídos para durar.

Sua carteira está pronta para o próximo mercado Bear ? Quão preocupado você pode estar com uma queda de 50% nos preços das suas ações ?

Se você está em busca de respostas para essa pergunta e não sabe como fazer, recomendamos fortemente que considere nosso Ex-Dividend, saiba mais aqui:

13 thoughts on “Você está preparado para a próxima crise na bolsa?

  • 9 June 2018 at 21:28
    Permalink

    Olá,

    Você relembrou a história do Sr. Russ Gremel e essa estratégia de aportes me lembrou uma notícia que li sobre a Sra. Sylvia Bloom, uma secretaria que faleceu e descobriram que ela tinha uma fortuna secreta de US$ 8,2 milhões.

    Provavelmente eram aportes periódicos em empresas de dividendos também, infelizmente nem mesmo na imprensa americana soube informar quais eram os tipos de empresas.

    Diz a reportagem que como ela cuidava da vida pessoal dos patrões, ela “imitava” as empresas selecionadas e aportava um valor menor (é claro).

    A história é bem interessante.

    Acho que isso vale um post, para mostrar como funciona o longo prazo.

    Abraços

    Fonte: http://www.infomoney.com.br/onde-investir/noticia/7412268/como-uma-secretaria-anos-acumulou-uma-fortuna-secreta-milhoes

    Reply
    • 10 June 2018 at 00:08
      Permalink

      valeu Douglas

      bom complemento, não conhecia essa história dela, legal saber e um tanto inusitada também kkkk

      Reply
  • 9 June 2018 at 13:21
    Permalink

    Caro Vdd,

    Interessante os pontos trabalhados no vídeo e no texto. Muito bom!!

    Não se preocupar com preço da ação é um exercício a se fazer sempre, pois é algo muito comum entre muitos que investem. Ao mesmo tempo, acompanhar alguns descontos de determinadas ações, para encarteirar ou aumentar a participação, também é bem vindo.

    Agora ver o patrimônio cair 50% deve ser difícil, melhor nem ficar acompanhando, hahah
    Eu espero que quando passar por uma fase difícil assim, eu tenha muita tranquilidade e foco nos objetivos, mas não deve ser fácil ver não!!

    Um abraço meu caro!!
    @-@

    Reply
    • 9 June 2018 at 17:20
      Permalink

      olá AoC

      realmente ficar olhando pra isso o cara surta, ou ele trabalha ao longo dos anos o psicológico a ponto de realmente não se importar ou ele pira mesmo, eu fico com uma barra rolando com cotações dos ativos, mas não me afeta se eles caíram ou subiram, só gosto de olhar os números mesmo

      mas no whats muitos investidores me procuram e muitos deles sao traders e eu sempre falo com ele, cara isso é Buy and HOld vc vai passar por um Bear com a sua carteira e vc é trader entao é um cara mais focado em cotação e preço, não olha a sua carteira de longo prazo quando o Bear chegar, só abre o Home broker aporta e fecha, quando o mercado tiver recuperado aí vc se preocupa em olhar, senão vc vai acabar sendo enganado pelo seu psicológico e vai sucumbir a pressão

      Reply
  • 9 June 2018 at 00:16
    Permalink

    Boa noite, VdD

    Gosto muito do seu blog. Abri uma conta na Drivewealth e comecei a investir nos EUA também causa do blog.
    Entretanto nós temos estrategias um pouco diferentes. Eu tenho 70% em ETFs e os outros 30% em ações de empresas que eu escolho, não necessariamente por crescimento de dividendos (ex: NVDA).

    Por que você acha não ser possível se aposentar com a maior parte do patrimônio em ETFs? Seria pelo fato do Divident Yield ser baixo?
    Se você tiver um capital maior aplicado nos ETFs da pra viver com os dividendos, sem precisar vender nenhuma cota.

    Obrigado.

    Reply
    • 9 June 2018 at 02:15
      Permalink

      Não se iluda com esses ETF que distribuem. Eles não são de crescimento de Dividendos e tem um monte de tralha dentro deles. Eles não conseguem crescer a distribuição. Imagina vc lá aposentado e tem um corte nos dividendos e vc não consegue mais pagar a fralda geriátrica ou o remédio de pressão. Você pode terminar na merda ou na vala rsrsrsrs.

      Não faz sentido vc ficar pagando taxa pra empresa de ETF se vc pode escolher as empresas ali a dedo e não pagar nada pra esses grandes fundos.

      Enfim se vc quer seguir essa sua estratégia siga, mas vc precisa entender os riscos gigantes nesse caso. Eu não faço isso.

      Reply
  • 8 June 2018 at 10:02
    Permalink

    Fala VDD,

    Concordo com você mas se o patrimônio cair 50% isso vai impactar sim. Claro que o cenário é bem difícil mas imagine que você comprou ações da GE a 28$ e ela pagava dividendos de 1$. Agora imagine hoje ela ao preço de 14$ e pagando 0,30$ de dividendos. Mesmo que você saia do papel pra comprar outro que tenha bons fundamentos e pague bons dividendos, você não comprará muito e com isso receberá menos dividendos e levará um tempo até se reerguer de novo.

    Como citei, é um cenário mais difícil mas nada é pétreo. Pode acontecer de seu patrimônio cair 50% e isso te afetar porque vai sair do ativo ruim pra entrar em um bom e comprar menos quantidade de ações.

    Agora, se quer saber como a galera se comporta com uma queda de 50%, é só esperar até o fim do mês porque muitas ações do IBOV já estão quase nesse patamar .

    Abraço!

    Reply
    • 8 June 2018 at 10:11
      Permalink

      olá BPM

      vc está confundindo patrimônio cair com corte de dividendos, eu não falei em corte de dividendos no video, pelo contrario lá eu disse que geralmente as empresas com menos de 10 anos crescendo dividendos cortaram durante a crise, se a empresa corta dividendos eu tiro da carteira sem pensar duas vezes, pode estar no Bull ou Bear não interessa mais pra mim.

      Reply
      • 9 June 2018 at 10:46
        Permalink

        Então, não foi isso que eu quis dizer. Quis dizer que se você tem 50k em uma empresa e ela cai 50% do preço e seu patrimônio vai pra 25k e ela diminui os dividendos fazendo você sair dela, você não tem mais 50k pra investir em outra melhor, você vai ter 25k.

        É nesse ponto que o preço vai impactar, você vai vender mais barato realizando prejuízo pra entrar em outra melhor só que seu dinheiro diminuiu 50%.

        Reply
        • 9 June 2018 at 17:17
          Permalink

          sim nesse caso levaria o prejuízo

          mas aí já não é culpa só do mercado Bear, mas de uma deficiência na analise do case de negocio da empresa, OK que a empresa as vezes surpreende-nos negativamente, e tem coisa que não tem como prever por máximo que queiramos

          mas assumindo que boa parte das empresas que crescem os dividendo por pelo menos os 10 primeiros anos, tendem a crescer por mais tempo e mesmo durante o mercado Bear

          novamente, isso não é regra, a empresa pode falhar miseravelmente, porém ocorre que o investidor não vai ter digamos de 10 empresas na carteira a metade cortando dividendos, bom se tiver isso ele tem que rever sua estratégia de seleção ou talvez adquirir o XD (não tem como evitar o merchant)

          vc pega numa carteira bem selecionada, um grupo pequeno de empresas cortando dividendos, é até aceitável, não tenho nenhum estudo concreto sobre isso em mãos, mas digamos nada muito mais que uns 10%.

          veja a minha própria carteira de acoes, ao longo da minha história de ativos só tive 1 que cortou os dividendos e que eu estava segurando, foi a Baxter e mesmo assim por conta do SPIN OFF o resto eu consegui prever o corte antes de acontecer e vendi sem prejuízos ou com prejuízos bem reduzidos (se considerar dividendos fechando todas no lucro mesmo que pequeno).

          então veja só, ao longo de 7 anos investindo na bolsa americana apenas uma única empresa me decepcionou, entao sim se vc souber gerenciar a sua carteira e pra isso não precisa ser nenhum gênio, porque eu com toda a limitação que tenho venho tendo resultados melhores que ETF e índices, vc pode conseguir passar incólume pelo Bear! (digo a nível de crescimento dos dividendos)

          Reply
          • 10 June 2018 at 12:49
            Permalink

            Sim, exatamente isso. Não existe uma incidência grande de isso acontecer justamente pela diversificação e acompanhamento. Se acontecer até tá dentro da margem de risco. Só temos que alertar que pode até acontecer isso.

  • 8 June 2018 at 08:28
    Permalink

    Qual plataforma você usa para controlar seus investimentos? Fiquei interessada nos gráficos do post.

    Reply

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *