Filemom estudo

2
339

Vamos falar de uma das cartas de Paulo a Filemom, esse texto bíblico é a menor carta do Novo Testamento, mas não se deixei enganar, pois eu conteúdo é gigante.

Uma verdadeira carta de amor onde Paulo intercede a Filemom para que o mesmo receba um escravo Onésimo como irmão.

Filemom era um homem rico e de poses, possuía alguns escravos, dentre esses Onésimo, que teve um desentendimento com Filemom e fugiu.

Onésimo veio a conhecer Paulo na cadeia em Roma, quando estava em outro país em outro lugar ele teve um encontro com Paulo e se converteu ao cristianismo passando a aceitar e seguir os preceitos de Deus.

Isso fez com que Paulo intercedesse à Filemom para que o mesmo aceita-se Onésimo como irmão em Cristo.

A história é basicamente essa, agora nesse vídeo eu vou explicar o que isso significa nos dias atuais e quais as lições podemos tirar deste lindo texto.

Esse é o outro texto que havíamos falado sobre Moises matar o egípcio.

Recomendo que reserve um tempo para estudar esse livro que é pequeno mas vale cada versículo.

Filemom

10 sim, solicito-te em favor de meu filho Onésimo, que gerei entre algemas.

11 Ele, antes, te foi inútil; atualmente, porém, é útil, a ti e a mim.

12 Eu to envio de volta em pessoa, quero dizer, o meu próprio coração.

13 Eu queria conservá-lo comigo mesmo para, em teu lugar, me servir nas algemas que carrego por causa do evangelho;

14 nada, porém, quis fazer sem o teu consentimento, para que a tua bondade não venha a ser como que por obrigação, mas de livre vontade.

15 Pois acredito que ele veio a ser afastado de ti temporariamente, a fim de que o recebas para sempre,

16 não como escravo; antes, muito acima de escravo, como irmão caríssimo, especialmente de mim e, com maior razão, de ti, quer na carne, quer no Senhor.

17 Se, portanto, me consideras companheiro, recebe-o, como se fosse a mim mesmo.

18 E, se algum dano te fez ou se te deve alguma coisa, lança tudo em minha conta.

19 Eu, Paulo, de próprio punho, o escrevo: Eu pagarei — para não te alegar que também tu me deves até a ti mesmo.

2 COMMENTS

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here