Importância de um diário

11
624

Passar a sua rotina do dia a dia para um diário, fará uma grande diferença no seu aprendizado, reflexão e paz de espirito. A importância de um diário nas suas escolhas futuras será muito grande.

Já tem 4 anos que regularmente eu escrevo no meu diário e a idéia desse artigo é mostrar alguns pontos importantes sobre isso e servir de ponta de lança para fazer um vídeo no qual falarei de mais uma ferramenta que compõe minha carteira de produtividade.

Ex dividend terá novo preço

Lembrando aos leitores que estaremos o mês que vem, Julho de 2020, lançando novos aumentos de preços no Ex-Dividend, é agora a oportunidade que você tem de garantir a sua assinatura por um preço mais barato e economizar. Ao assinar com esse preço atual sua assinatura e renovações serão sempre mais em conta, aproveite.

Assine agora o Ex-Dividend!

Conheça o XD+

Saiba mais sobre o Ex-Dividend aqui e aqui.

ASSINE JÁ

A parte mais difícil quando está investindo é selecionar os ativos que vão compor a sua carteira de ações e REIT.

Escolher os ativos certos é uma tarefa que exige experiência e um grande conhecimento sobre análise de empresas.

Justamente neste momento inicial é a hora que o investidor está começando e não tem tanta experiência com investimentos. Nessa hora que você mais precisa de um apoio ou uma luz para mostrar o melhor caminho.

Um erro pode ser o custo de 5 ou mais Ex-Dividend, daí você fica pensando: porque não fechei com o Viver de Dividendos, teria me poupado todo esse stress.

Conhecimento é algo de extrema importância, principalmente para quem deseja tornar-se um investidor de sucesso na bolsa de valores americana.

Vendo essa necessidade, resolvi juntar toda a minha expertise e conhecimento acumulado por todos esses anos no mercado de ações e entregar isso através de um serviço.

Não só ajudamos os investidores que estão em busca de um futuro melhor, mas também lhes ensina a analisar e localizar empresas fenomenais.

Se quiser saber como Viver de Dividendos, esse é o lugar certo.

Algumas premissas importante quando for começar seu diário

Se digital, procure escrever em texto sem formatação, de preferência em aplicativos que permitam que você exporte essas informações gerando um documento texto padrão que pode ser aberto por qualquer editor, porque é bem provável que esse seu programa de diário não estará vivo daqui a 40 anos.

Não use plataformas que ficam 100% na nuvem, procure uma ferramenta que trabalhe com sincronia, ela pode até subir os dados, mas a informação deve estar no se aparelho. Isso porque essa empresa de nuvem pode deixar de existir no futuro, mesmo raciocínio acima.

Escrever em diário é um habito, como todo habito você não pode começar fazendo o hardcore logo de cara. Procure colocar uma meta, escrever uma vez na semana no seu diário, depois vai diminuindo esse gap para chegar no nível diário.

Abra o seu diário, escreva a data de hoje e comece a escrever. Escreva o que você fez hoje e como está se sentindo, mesmo que pareça chato.

Funciona melhor se você deixar isso para o final do seu dia, como uma rotina da noite, antes de ir dormir. Não precisa de dedicar muito tempo, talvez 10 a 15 minutos no máximo se você tiver uma rotina normal diária.

A idéia é você limpar sua mente ali 🤯 jogue tudo o que você realmente acha sem medos.

Isso é importante porque iremos olhar para trás e veremos se estivemos felizes ou tristes quando nos lembrarmos desse período. Não deixe para escrever apenas o drama ou os dilemas, inclua os fatos diários da vida.

Muitas vezes tomamos grandes decisões na vida com base no que pensamos de como nos sentiremos no futuro ou o que desejaremos.

Seu eu do passado é o seu melhor indicador de como você realmente se sentiu em situações semelhantes.

Ajude seu eu de hoje a ter uma visão melhor do seu eu do passado.

As memórias se perdem com o tempo, podem ser confusas, você pode se achar feliz em determinado período e as vezes ao consultar o diário irá ver que não foi aquilo tudo, ou vice versa. Seu diário é algo que você poderá confiar.

É o melhor indicador para o seu eu futuro (e talvez descendentes) do que realmente estava acontecendo em sua vida neste momento.

As vezes você pode estar pensando que essa coisa de diário é perda de tempo ou não é interessante o suficiente, lembre-se: você está fazendo isso para o seu futuro. Ao olhar para trás e ver como você estava realmente se sentindo no seu dia-a-dia, irá ajudar a tomar melhores decisões hoje.

Apenas reserve alguns minutos para escrever o que você fez e como se sentiu hoje.

Diários específicos

No futuro, além de fazer diários da sua rotina, você pode começar a construir diários específicos sobre alguns temas de seu interesse.

Estava lendo um livro que vou trazer maiores conteúdo sobre ele aqui, um alemão que construiu uma SplitBox que basicamente é uma caixa de idéias.

O conceito é você jogar vários pensamentos dentro de uma caixa de forma que eles estejam conectados. Abra um arquivo ou pasta sobre um assunto e sempre que tiver algum pensamento sobre ele, escreva a data de hoje e comece a escrever.

Apenas algumas idéias que tenho:

  • Finanças
  • Produtividade
  • Aplicativos
  • Política
  • Blogs
  • Empreender
  • Europa
  • Desenvolvimento software
  • Social
  • Religião
  • Viagens

É importante manter esses pensamentos específicos juntos, você irá no seu diário ver seus pensamentos passados e atuais sobre o assunto num único lugar.

Ver como seu raciocínio sobre o assunto continua evoluindo. Um exemplo clássico de diário é esse blog. Veja o quanto de conteúdo geramos aqui, isso nada mais é que um diário sobre minha caminhada rumo a independência financeira.

Se você se importa com seus pensamentos, guarde-os.

Como iniciar um diário

Começar a escrever um diário pode parecer simples, mas não se engane, você terá alguns desafios.

A parte mais difícil para iniciar um diário é conseguir tempo para ele. Então comece com essas três dicas:

  1. Determine um pequeno tempo em sua agenda para o seu diário: Se você é uma pessoa que funciona melhor pela manhã, então coloque-o nessa horário. Eu particularmente prefiro escrever no final do dia, quando aí consigo ter uma visão melhor de todo que ocorreu no meu dia.
  2. Crie um hábito: até que ele se torne um hábito pode demorar um pouco de tempo, então para facilitar crie uma rotina para escrever. Eu utilizo para isso alguns recursos de acompanhamento. Se você tem dificuldades em criar novos hábitos (afinal todos temos né) tente tornar o momento de escrita prazeroso, por exemplo coloque uma música tocando baixo, faça uma xícara de café e pegue uns cookies.
  3. Coloque metas pequenas: evite tentar escrever por muito tempo, coloque um tempo curto, algo como 10 minutos por dia de escrita, ou talvez meia página, enfim evite grandes textos nesse começo.

Por fim não se preocupe se você ficar alguns dias sem escrever no seu diário, o ideal é manter uma regularidade, mas caso precise ficar alguns dias sem escrever não se sinta culpado, deixe a coisa fluir normalmente. Terá momentos que você irá querer se afastar do seu diário, deixa a coisa acontecer naturalmente.

Como usar o seu diário

Procure escrever sobre o seu dia, deixe ali as coisas boas e ruins que você pensou ou que aconteceu contigo. Questione-se e busque a verdade sobre o que você realmente sente.

Questione-se e responda!

Seja no seu diário de rotina ou nos diários específicos a coisa mais importante é ter um lugar para fazer perguntas e respondê-las.

Se estou planejando algo sempre me pergunto o que espero obter disso, porque, e se existem outras maneiras de conseguir o que quero.

Isso é colocado no diário e serve de base, as vezes não só para responder esse assunto especifico como o qual escrevi, mas outros também.

Boa parte dos pensamentos que tenho sobre qualquer assunto são o resultado da escrita desses diários, depois de questionar-me e trabalhar com formas alternativas de pensar sobre isso, e finalmente retornar ao assunto dias ou meses depois com a cabeça clara e pensamento atualizados, vendo como eles mudaram ou não 🤷‍♂️ ao longo do tempo.

Você pode anotar uma série de perguntas que podem ser úteis para a construção do seu diário:

  • O que fiz hoje que me deixou orgulhoso?
  • No que eu trabalhei hoje?
  • Como ajudei alguém hoje?
  • O que me ocorreu hoje que me ajudou a crescer?
  • O que posso deixar de lição para a minha filha(o)?
  • Como eu posso cumprir meus objetivos?

Muitas vezes estamos acostumados a postar nas redes sociais e lembre-se seu diário não é a sua rede social, ele não tem que ter a foto perfeita, ou o texto sem os seus pré-conceitos.

Seja honesto com você no seu diário!

Não procure escrever algo para compartilhar no seu diário, busque escrever algo para você. Não tente enfeitar o pavão ou fazer bonito, só seja sincero contigo mesmo.

Revelador

Escrever um diário lhe fará muito bem para tomar suas decisões no dia a dia, mas também irá manter sua mente oxigenada, irá fortalecer sua memória e certamente lhe trará uma sanidade maior ao longo do tempo.

Seu diário não tem que ter a cada dia um grande evento, muitas vezes ele é bem rotineiro. O meu também é assim sem grandes surpresas, a maior parte do tempo com Job, Job, Job, Family e vamos que vamos nessa batida dia a após dia.

Pode não parecer, mas mesmo nessa rotina, o diário irá ser revelador a ponto de mostrar a quantidade de situações que você pode extrair lições valiosas para sua vida no futuro.

Espero que escrever um diário ajude você também.

11 COMMENTS

  1. Perfeito!

    Já tentei varias vezes criar esse habito, mas eu sempre acabo perdendo.
    Eu já tive muita “fricção” com esse monte de ferramentas. Umas coisas vão para o Evernote, outras para o Gerenciador de Tarefas, outras para o diario. E no final no meu caso o diario acaba sobrando.

    Ideias não seriam melhores no Gerenciador de tarefas para te lembrar delas? tipo “Algum dia/Talvez”

    • Eu também uso muito essas ferramentas e o legal é vc ir combinando-as. Bom sobre as ideias quando falo é aquele negócio mais embrionário. Depois que ela vira um projeto aí vc joga no Things. O lance do diário é meio que uma auto-reflexão da ideia testar ela se vai funcionar e coisas do tipo.

      Sobre a questão que vc comenta de ser algo que vc não conseguiu criar o hábito é assim mesmo. Eu mesmo no meu app de diário eu só postos os eventos mais marcantes.

  2. VDD

    Sobre bicicleta para criança.
    https://twitter.com/VDividendos/status/1274347562988908547
    Essas rodinhas não ajudam.

    Se liga nessa estratégia:
    “bicicleta sem pedal” ou “bicicleta de equilibrio”
    ou em alemão:
    “laufrad”

    A criança tem dificuldade de andar de bike.
    Por vário motivos:
    – usar o guidom (curvas)
    – pedalar (pés sincronizados)
    – equilíbrio
    – acelerar
    – medo de cair

    Se você deixar a bicicleta mais simples, facilita.
    Usa bicicleta sem pedal.
    Fica parecendo um patinete sentado.
    Ela vai andar em qualquer terreno (com pedra, grama, buraco, obstaculo).
    Ela vai focar em equilíbrio (que é o mais difícil).
    E se for cair, o pedal atrapalha dela colocar o pé no chão.

    Criança andando 1-2 anos já pode usar bicicleta sem pedal.
    Sem pedal ela não vai correr acelerado.
    Isso diminui a chance de cair forte (sangrar, ralar muito etc).
    Quando ela tiver equilibrada na sem pedal, então coloca o pedal (sem rodinha).
    Ela vai sair andando rápido e não vai cair forte.
    E ela já vem com a noção de equilíbrio, e de confiança.

    No youtube tem um monte de vídeo:

    Em portugues:
    https://www.youtube.com/results?sp=mAEB&search_query=bicicleta+sem+pedal
    https://www.youtube.com/watch?v=ftrRATy6Y7o
    https://www.youtube.com/watch?v=fYJZKtOcO1s
    https://www.youtube.com/watch?v=_PiTBimcklQ
    https://www.youtube.com/watch?v=NFi-s2I-HLc
    https://www.youtube.com/watch?v=mLKxyW6TcPE
    https://www.youtube.com/watch?v=DtbJ7IIVJGA
    https://www.youtube.com/watch?v=Fos33TRI6y4
    https://www.youtube.com/watch?v=JLjq7Fvb5TI
    https://www.youtube.com/watch?v=BedMCFooMWE

    Em alemão:
    https://www.youtube.com/results?search_query=laufrad+kinder
    https://www.youtube.com/watch?v=QY-xLFfwFsI
    https://www.youtube.com/watch?v=c8KLENRccKs

    Em demoniado:
    https://www.youtube.com/watch?v=9P1gvaSWN-c
    https://www.youtube.com/watch?v=_s5EXkgEe0g
    https://www.youtube.com/watch?v=5q2gVXJimUc
    https://www.youtube.com/watch?v=ZpBsuRBI3s8
    https://www.youtube.com/watch?v=wJLMToSpdw4
    https://www.youtube.com/watch?v=-LiIqX6Xq9k

    até

    • essas bikes sem pedal são muito comum por aqui na alemanha, mas o q vejo nelas é que são para crianças menores e a laura está com 5 anos não ficaria legal nessas bicicletas q sao para crianças de 3 geralmente

      a treta foi que era pra ela ter começado a aprender isso mais cedo, mas ela nao conseguia nem andar de patinete, foi um sacrifício de quase 1 ano para ela começar a andar e olha que patinete é ridículo para aprender

      ela para essa parte de atividade física é bem travada :(

      eu lembro que quando aprendi a andar de bicicleta meu pai comprou uma sem rodinha e me obrigou a aprender, caí uma duas vezes e depois a coisa fluiu

      • mas não precisa comprar bike nova.
        a bike dela esta de bom tamanho.

        bike sem pedal é MUITO mais fácil que patinete.
        porque bike sem pedal são dois pés no chão.
        patinete é só um (o outro fica meio bambo no patinete).

        pega a bike dela e tira só os pedais (a parte preta onde põe o pé).
        pode deixar o braço do pedal, coroa, corrente etc.
        pra dar menos trabalho de repor.

        acho que em 1 semana ela pega o equilíbrio.
        você tem que colocar o banco de modo que ela toque o solo com os pés.
        mas ela tem que andar sem ficar tocando muito os pés no chão.
        e vocês tem que pedir pra ela ficar com os pés “no ar” cada vez mais.

        treina num gramado (sem rodinha) que se cair não rala quase nada.
        melhor que cimento.
        coloca umas pedras/paus no chão e manda ela fazer zigue-zague.

        depois é só colocar o pedal de novo.
        ela vai andar pedalando sozinha.

        (mas não é pra pressioná-la)

  3. Esse negócio de diário tem muito preconceito por ser coisa de menina:
    “Meu querido diário…”

    É um gênero literário, praticamente sem regras.
    Qualquer pessoa alfabetizada pode ser diarista.
    Aceita tudo: poema, redação, ensaio, erros gramaticais, tamanho diverso etc.
    Além de ser uma válvula de escape dos pensamentos.
    Organiza a mente.
    Permite rememorar, fazer flashbacks, registros…

    E é muito importante!
    Nele você armazena seu conhecimento mais precioso: sua experiência de vida!
    Isso é importante para as gerações futuras.
    E você quando velho fará parte da geração futura.
    Aponta influências e histórias intrínsecas em suas ações e obras.

    Use tema livre para escrever.
    Não precisa ficar preso.
    Mas se quiser, você pode usar:
    – Uso dos temas gerais e específicos.
    – Uso de templates (modelos) para preencher.
    Exemplos: fichas de exercícios físicos feitos, ficha de refeições comidas, meteorologia (temperatura, sensação térmica, roupa usada, céu), horário de acordar e dormir, assuntos estudados (escola, livros sites etc), rotina do trabalho, roteiro de viagem, conversas importantes, discursos ouvidos, discursos proferidos etc.

    E se for de uma pessoa famosa ou conhecida, vende muito!
    Exemplos de diários famosos:
    – Che guevara (Diarios de Motocicleta, Diario (Bolivia), Diario de Congo etc).
    – Renato Russo (O livro das listas, Só por hoje e para sempre)
    – Anne Frank (O diário de Anne Frank)
    – Lima Barreto (Diário do hospício)
    – Josué Montello (Diário da Manhã, Diário da Tarde, Diário do Entardecer, Diário da Noite Iluminada)
    – Machado de Assis (Memorial de Aires [é um romance meio autobiográfico])

    E claro qualquer autobiografia pode ser considerada diário (ou algo próximo a isso).

    Finalizo com um vídeo do Rodrigo Gurgel.
    Tema: “10 motivos para escrever um diário”.
    Link: https://www.youtube.com/watch?v=sCMz5ZjWkTY

    Obs: o Rodrigo tem bom conteúdo em português sobre literatura.
    Indica bons livros.
    Faz boas criticas e listas de leituras sobre: letras, artes, beleza, filosofia, como escrever etc.
    Vale a pena o seguir.

    Abraço.

    • ola X

      sim, sem dúvida eu mesmo já tive esse preconceito no passado de não querer fazer porque achava coisa de menina, depois de adulto não queria porque achava coisa de adolescente, somente quando fui querendo melhorar meu habito de escrita o diário foi peça fundamental para isso, depois com ele conseguir colher outros frutos.

      Assisti o vídeo dele aí e achei bem legal, apesar do punch dele ser mais literário, agora ele comenta de navegarmos no tempo no diário, isso é legal também sobre comentar de acontecimentos no passado e linkar isso tudo com o presente.

  4. Show Viver,
    Faço um diário, mas somente na semana, no final da semana, como não tem muitas alterações quase não anoto nada.
    Este momento eu chamo eu volta a calma e refletir tudo, como se fosse um livro caixa, hehe.
    Tudo voce se encaixa.

    • ola EC

      eu comecei fazendo apenas dos momentos mais importantes, tipo uma viagem, uma aniversario, algum passeio legal, enfim sempre ia lá e documentava e registrava o momento. o problema disso que eu acabava só narrando os bons momentos

      quando comecei a fazer diariamente eu acabei tendo que colocar todos os momentos e isso foi de extrema importância para entender muita coisa voltando a fita

      não tem muita regra nisso, cada um tem que buscar um sistema que se encaixe melhor no seu fluxo do dia a dia

      é bom vc ter compartilhado sua experiência que aí dá até uma outra visão pra galera

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here