Compras Abril 2018 – PG – VTR – FPI

Compras Abril 2018 – PG – VTR – FPI

Dobrei minha posição na Procter & Gamble – PG para reforçar minha carteira de stocks americanas. Porém como o mercado de REIT tem oferecido boas oportunidades, conforme comentei nesse post, não podemos deixar de dar aquela passada nas promoções. Comprei o que considero o melhor REIT de saúda da bolsa americana e o troco gastei com as fazendas do Farmland que já vinha recebendo uns aportes recorrentes.

Novidades no Remessa On-Line

Aproveitando para comentar que a Remessa Online colocou o pais Bulgaria na lista de países para transferência, então se você criou uma história lá para transferir para o Leupay, altere o país para o correto. Outra boa noticia é que o limite de remessas internacionais aumentou para R$ 65.000,00 anuais e R$ 32.500,00 diários e as operações realizadas nos últimos 12 meses serão contabilizadas no total disponível para operar. Aproveite e faça agora mesmo sua remessa, veja aqui.

Atualização Ex-Dividend

Atenção todos os leitores assinantes do Ex-Dividend, quando fiz o artigo de número #20 esqueci de colocar a seção de “Segurança dos Dividendos” e o “Valuation”. Informo nesse post que adicionei essas duas informamos no artigo, quem já leu e quiser saber mais sobre isso favor acessar o artigo aqui.

  • Segurança de dividendos: é uma seção do Ex-Dividend onde mostramos o quão seguro estão os dividendos de uma ação, para isso analisamos o seguinte: histórico de receita, lucro, divida, dividendos, perspectivas de crescimento dos dividendos, valor da marca no mercado, valuation do negócio, market share da empresa, perspectivas do setor onde a empresa está inserida e perspectiva de crescimento das receitas futuras.
  • Valuation: Mostramos como avaliar uma ação para saber sua margem de segurança, saber se o preço atual é correspondente com suas perspectivas de crescimento.

Procter & Gamble – PG

PG nem precisa de apresentação, provavelmente você usa ou já usou frequentemente os seus produtos. Bom o fato é que dobrei posição na empresa, a empresa vinha encontrando dificuldades de achar o crescimento das receitas e dos lucros nesses últimos trimestres e tinha obtido quedas expressivas na sua receita. Apesar de seu case de negócio e suas marcas fortíssimas o mercado vinha batendo nela, desde o inicio do ano a ação caiu cerca de quase 20%.

Apesar das dificuldades do balanço e o animo do mercado não estar muito favorável, na minha visão a empresa irá conseguir reverter as quedas na sua receita. Para isso precisará de fazer aquisições no mercado ou lançar novas marcas, essa última traduza-se gastar rios com propaganda.

A empresa tem caixa reserva para realizar esses investimentos, acredito que mais de $15bi dê pra fazer bastante coisa no mercado. Sem contar que ela ainda possui um nível de endividamento baixo, onde lhe permitirá recorrer a capital externo para financiar essa retomada de crescimento, sem que esse capital sacrifique sua capacidade de remuneração dos acionistas.

Olhando os últimos resultados, fresquinhos que saíram essa semana passada a empresa apresentou o 3T18 com uma venda de $16,3 bilhões, apresentando um crescimento de 4% contra o ano anterior. E um lucro por ação de $1,00 um crescimento também de 4%.

A PG pagou $1,8 bilhões em dividendos aos acionistas marcando seu 62º ano consecutivo de crescimento de dividendo e retornou mais $1,4 bilhões em recompras de ações, por sinal boa hora para a administração recomprar, aproveitando o baixo preço. Lembrando que a PG vem pagando dividendos consecutivos a 128 anos, isso por si só já é algo fantástico.

Voltando para as aquisições a empresa anunciou um acordo para adquirir a Merck KGaA Consumer Health Care, uma empresa sediada em Darmstadt aqui na Alemanha. Essa aquisição reforça o portfólio da empresa na área de saúde com marcas como Vicks, Metamucil, Bepto-Bismol.

Essa vai ser a estratégia da PG nesses próximos anos, veremos a empresa se aproveitando de boas oportunidades que surgirem no mercado. Principalmente nessa área de saúde que junto com beleza e cuidados da pele tiveram os maiores crescimentos no trimestre com cada performance de 3% e 5% de crescimento respectivamente.

Essa compra adiciona a minha carteira de dividendo o valor de $43,84 isso convertido pelo dólar de hoje teria um crescimento na minha renda de dividendos na faixa de R$148,51.

Ventas Inc – VTR

Ventas é um REIT de saúde, pra minha modesta opinião é só o melhor REIT do setor. Chego nessa conclusão pois ao analisar seu case, e ver o quão bem diversificado o fundo é, e se comparamos com outros players parentes veremos que ele é uma peça única no mercado.

Porém assim como a PG o VTR vem apresentando um bom resultado forte a cada ano, porém o mercado vem pegando pesado contra ele se olharmos o valor de cotação do fundo ao longo do último ano.

Esse ano de 2017 teve um lucro muito bom, as receitas operacionais do VTR cresceram 13% comparado com o mesmo período de 2016. O FFO do VTR também cresceu, porém bem menos. O indicador teve $4,22 comparado com 2016.

Em termos de investimento o fundo investiu cerca de $2 bilhões, incluindo a expansão do segmento de laboratórios para as universidades de Brow Univerty e Virginia Commonwealth Univerty. Desde setembro de 2016 o fundo vem investindo pesado nesse segmento e por conta desses investimentos o fundo tem expandido cerca de 37% nesse setor de compra e aluguel de laboratórios de pesquisas para universidades e empresas de saúde e biotecnologia.

Essa compra adiciona a minha carteira de dividendo o valor de $65,52 isso convertido pelo dólar de hoje teria um crescimento na minha renda de dividendos na faixa de R$221,95.

Farmland Partners Inc – FPI

O FPI é um REIT de fazendas, já falei diversas vezes sobre ele aqui no blog, leia aqui. Quem me acompanha a mais tempo por aqui sabe que tenho feito aportes regulares nele, nada muito grande, geralmente pego a sobra dos aporte e aplico no fundo. Isso porque ele ainda está em um cenário um tanto arriscado para investimento.

De forma resumida: a coisa vinha caminhando bem até que o FPI resolveu adquirir a American Farmland Company – AFCO que era um outro REIT de fazenda, porém com um balanço bem ruim. Isso jogou temporariamente os resultados do FPI pra baixo, os acionistas ficaram desesperados e vimos isso:

Uma queda de quase 30% na cotação do FPI
Uma queda de quase 30% na cotação do FPI

Te confesso que eu mesmo pensei no inicio na época, que merda que o FPI tá fazendo… Porém não vendi no desespero e esperei os resultados pra ver o que a administração iria fazer. Eles montaram um plano, disseram que o FPI iria vender as propriedades mais problemáticas do AFCO e iria tornar as fazendas lucrativas. Bom a administração do FPI vinha fazendo um bom trabalho, resolvi dar um voto de confiança na empresa.

Esse resultado era esperado para ser um dos piores do FPI e que ele iria fechar no prejuízo. Veremos o que aconteceu logo abaixo.

No iniciou de março o fundo publicou o seu balanço de fechamento do 4T17 onde relatou um total de receita operacional de $15,6 milhões um aumento de 17% no mesmo período de 2016.

O crescimento da receita foi muito bom, porém como disse antes os lucros ainda estão um pouco comprometidos pelas aquisições da AFCO, o AFFO por ação foi de $0,16 uma queda considerável levando em conta que no ano anterior teve um AFFO de $0,36.

Particularmente eu esperava um prejuízo leve nesse trimestre, a coisa pra mim veio melhor do que a minha expectativa, por isso resolvi até fazer um novo aporte pequeno nesse mês.

A FPI nesse trimestre também adquiriu 5.114 acres de terras agrícolas de cultura permanente na California Central Valley por $110 milhões.

Se olharmos o anual teremos uma receita operacional de $46,2 milhões um aumento de 49% sobre o ano de 2016. E um AFFO de $13,3 milhões isso dá algo em torno de $0,36 por ação, frente a um AFFO de $11 milhões com uma indicador por ação calculado de $0,58.

Alguns podem questionar: Viver me explica como esse ano o AFFO total subiu pra 13 e teve um resultado pior que do ano passado que foi de $11? Simplesmente a FPI teve que lançar ações no mercado para pagar a compra da American Farmland Company.

Além disso a empresa pegou um empréstimo com a Rabo AgriFinance LLC de $80 milhões onde será disponibilizado uma pequena fração de $66,4 milhões e a FPI terá um juros de 1,7% além deste já deixou uma garantia adicional de $13,6 milhões, mas esse só será liberado em janeiro do ano que vem.

A perspectiva para esse ano de 2018 é que a empresa continue crescendo as receitas e buscando cada vez mais diminuir os gastos. A estimativa de resultado do AFFO para esse ano é algo que fique entre $0,40 e $0,44 por ação, então provavelmente teremos um corte de dividendos, vou esperar uns próximos trimestres e devo fazer um aporte de verdade quando a empresa cortar os dividendos que já estão congelados.

Essa compra adiciona a minha carteira de dividendo o valor de $5,61 isso convertido pelo dólar de hoje teria um crescimento na minha renda de dividendos na faixa de R$19,00.

Ao todo foram acrescentados na minha renda de dividendos $114,97 ou seja R$389,46 a mais por ano para somar na minha bola de neve.

Empresa Código Qtde
Procter & Gamble Co PG 16
Ventas Inc VTR 21
Farmland Partners Inc FPI 11

Já atualizei a minha carteira com essa nova aquisição.

 

Enquanto isso…

 

 

 

 

 

 

Balanço Comentado – Cielo – CIEL3 – #2017

Balanço Comentado – Cielo – CIEL3 – #2017

Fiz um vídeo a um tempo atrás que trata sobre o balanço da Cielo de 2015, naquela época a empresa estava com o balanço apresentando resultados fortíssimos, passado mais de 2 ano do último vídeo vamos tentar descobrir o que aconteceu com a Cielo.

Atenção: não ligue pois no video eu estava com a cabeça meio doida com relação a data e o video foi gravado em 2016 então como eu estava analisando os resultados de 2017 achei que estava em 2017, esqueci que estávamos em 2018.

Será que o Viver de Dividendos acertou acerca dos impactos que os problemas, listados naquela época, fariam na geração de caixa e no desempenho da empresa para o pequeno acionista?

Quer descobrir o que aconteceu com a empresa nesse meio tempo, e tentar entender para onde a empresa está indo.

 

gosteiTodo o conteúdo do blog é distribuído gratuitamente e continuará assim pra sempre .  A única forma de remuneração é através da inserção de propagandas, portanto, se gostou do vídeo, por favor, clique no botão de “Gostei”, no topo do vídeo.  Desta forma, quando clicar na propaganda que aparece antes do inicio do vídeo, o blog será remunerado.

Colabore com o blog

Todo o conteúdo do blog é distribuído gratuitamente. Acredito que a informação deve ser democratizada, minha ideia ao criar o blog, foi acima de tudo, ser um instrumento para ajudar o pequeno investidor a conhecer e compartilhar informações sobre a bolsa de valores e o mundo dos negócios. Por isso sempre estou a produzir conteúdos relevantes ao tema, trazendo vídeos e artigos atualizados.

joker LREN

Se você gosta do blog, se você já aprendeu algo por aqui, se você se identifica de alguma forma com o nosso trabalho realizado aqui e quiser demonstrar isso através de uma colaboração, utilize um dos botões na lateral do site para realizar uma doação única, agora estamos com a opção de bitcoin. Nós deixaremos nosso muito obrigado a você no nosso Papo de Dividendo. Já pagou seu dizimo esse mês? “Há quem dê generosamente, e vê aumentar suas riquezas; outros retêm o que deveriam dar, e caem na pobreza.” (Provérbios 11:24)

 

Papo de Dividendo #43: Raytheon – LMT – RTN – SBUX – DPZ – AMZN – WMT – BABA – TSLA – FB – NFLX – MAT – GOOG – BA – MON – BAYRY

Papo de Dividendo #43: Raytheon – LMT – RTN – SBUX – DPZ – AMZN – WMT – BABA – TSLA – FB – NFLX – MAT – GOOG – BA – MON – BAYRY

Você sabe quanto que saiu o ataque do Trump a Síria? Quanto custo só de mísseis? Quais as empresas que se beneficiariam deste ataque? Quem financeiramente vai lucrar mais? Enfim muitas duvidas para responder e é isso que faremos nesse cast. Saiba como a Raytheon – RTN pode ter batido a meta de vendas com isso.

Nesse cast falamos da:

– Lockheed Martin
– Raytheon
– Starbucks
– Pizza Dominos
– Amazon
– Walmart
– Alibaba
– Tesla
– Facebook
– Netflix
– Mattel
– Google
– Boeing
– Monsanto
– Bayer

Você pode assinar o Feed do Podcast ali do lado ou utilizando esse link, é muito pratico e simples. Veja mais papos de dividendos.

Ao dar o play pode demorar alguns segundos até que o download  do áudio seja concluído.

Viver de Dividendos Papo de Dividendo #43: Raytheon - LMT - RTN - SBUX - DPZ - AMZN - WMT - BABA - TSLA - FB - NFLX - MAT - GOOG - BA - MON - BAYRY
Like
0 plays
0 likes

Ex-Dividend Plus

Investe na bolsa americana e não sabe como identificar empresas fantásticas para colocar na sua carteira? O Ex-Dividend Plus é feito para lhe ajudar nos estudos de empresas da bolsa americana, temos diversas carteiras já montadas de empresas pré-selecionadas, são empresas fantásticas.

Além disto, trazemos o case de negócio de cada um dos ativos e mostrarmos a você na prática o que deve olhar e como procurar informações importante sobre as ações e REITs.

Porque investir em REIT hoje

Porque investir em REIT hoje

REIT são uma classe de ativos fantástica, especialmente para aqueles que como eu são apaixonados por dividendos. Esse inicio de ano para os REITs tem sido bem forte a queda nos preços, com muitos REITs provando +10% de queda nas cotações.

Veja abaixo a oscilação do indicador de REIT desde o inicio do ano, soma-se -12,28% de queda no índice. É importante você entender a razão e objetivo de porque você tem REITs na carteira, senão vai acabar se levando junto com o mercado.

As oscilações de preços tem apenas um significado para o verdadeiro investidor. Elas fornecem-lhe oportunidades de comprar sabiamente quando os preços caem drasticamente e vender sabiamente quando os preços sobem. Em outras vezes será melhor se ele esquecer-se do mercado de ações e prestasse atenção no retorno dos seus dividendos e nos resultados operacionais de suas empresas.

É EXATAMENTE ISSO QUE ESTOU FAZENDO!!!!

Tenho lido alguns resultados de REIT e tenho tentado montar o quadro do setor. Enquanto o mercado anda expressando medo que os REITs não serão competitivos em um ambiente de taxa de juros crescentes, os fundamentos estão falando uma língua diferente.

Inclusive os REITs estão melhor posicionados hoje do que eram em 2013 (prenuncio do aumento dos juros), porque a maioria tem reduzido sua alavancagem e removido as propriedades não-core. Eles estão se preparando para o aumento da taxa de juros há algum tempo, mas o mercado tem respondido como se fosse um apocalipse.

Em 2013 os REITs estavam passando por um momento um tanto pior que o atual, porém os fundamentos permaneciam sólidos e começaram a conduzir o mercado. Os REITs foram capazes de gerar retornos robustos em 2014 (+30,14%). Então no final de 2015 o mercado começou a ficar nervoso novamente, com o Federal Reserve anunciando o primeiro aumento de taxa. Isso assustou o mercado de REIT que entregou resultados modestos em 2015 de 3,2%.

Em 2016, o mercado aqueceu novamente, a maioria dos setores estavam tendo retornos solido, com média de 8,5% e a coisa melhorou em 2017 com retorno de 12%.

Quando entramos em 2018, a maioria dos analistas acreditavam que o mercado já havia pré fixado no preço e ninguém (aí inclusive eu) suspeitava que haveria essa liquidação de inicio de ano. Afinal os REITs estavam apresentando fortes ganhos e um bom desempenho no crescimento de dividendos e não havia nenhuma razão para suspeitar que o Sr. Mercado iria se assustar mais uma vez.

Pegando o Graham emprestado novamente:

experiencia ensina que a hora de comprar ações é quando o seu preço é indevidamente pressionado pela adversidade temporária. Em outras palavras, eles devem ser compradas quando estão uma pechincha.

Todos os setores de REIT estão oferendo boas oportunidades, enquanto que o medo do crescimento das taxas de juros assustou o mercado, consideramos essa liquidação em um excelente momento para comprar com alguns descontos.

  • Data Center: -15%
  • Hotel: -12%
  • Saúde: -9%
  • Industria, atípicos, escritório e residências: -8%
  • Fazendas e shopping: -7%
Melhores empresas de dividendos em Abril de 2018

Melhores empresas de dividendos em Abril de 2018

melhores empresas de dividendos em 2017Saber a hora de entrar numa empresa é fácil, difícil é definir os parâmetros de saída. Já falei sobre isso aqui nesse artigo sobre Não invista como sócio torcedor, recomendo a leitura. Nesse artigo vamos atualizar a lista das melhores empresas de dividendos em abril de 2018. Um dos parâmetros que me atrai ao entrar numa empresa é saber que ela possui uma raia de crescimento de dividendos.

No momento que a empresa perde esse requisito ela deixa de ter o fundamento inicial que me atraiu, portanto não vejo mais motivos para continuar numa empresa que não atenda meus requisitos. Por isso vejo como muito importante monitorar as empresas que mantiveram o crescimento dos dividendos.

+25 anos +10 anos +5 anos Total
Qtde empresas  118 219 537 874
Média de anos  40,8 16,0 6,8 13,7
Média de preço  87.41 82,65 63,05 71,25
Média de % Dividend Yield 2,47 2,88 2,80 2,77
Média Cresc. Dividendos  6,93 7,83 11,33 9,51

Por isso acompanho constantemente as empresas que vem crescendo dividendos ao longo dos anos, tem uma lista aqui no blog que reúne mais de 800 empresas com esse perfil. Essa lista é atualizada a cada trimestre, sempre que realizar uma atualização colocarei um aviso aqui no blog pro pessoal, que como eu, é amante de empresas de crescimento de dividendos.

ABRIR LISTA ATUALIZADA EM 31.03.2018

EX-DIVIDEND PLUS

Está montando sua carteira de ações nos USA e precisa saber dessas 800 empresas listadas acima quais seriam as que se destacam. Não é uma tarefa muito fácil estudar uma a uma dessas 800 empresas.

Para isso criamos Ex-Dividend Plus, que foi concebida para lhe auxiliar em seus estudos do mercado de ações, temos na XD+ varias carteira pré-selecionadas com ativos premium, além de publicarmos mensalmente artigos com informações mais aprofundadas sobre as empresas.

Debruçamos sobre sua história, olhamos seus números atuais e traçamos uma perspectiva futura para o negócio. Aprenda o que deve-se olhar em uma empresa de crescimento de dividendos e monte uma carteira vencedora na bolsa americana.

assine o XD+

Abaixo uma tabela com as baixas desde a ultima atualização, ou seja de dezembro de 2016 até abril de 2017. Nem todas tiveram os dividendos cortados ou congelados, algumas foram adquiridas ou se fundiram com outras empresas.

Baixas na lista de crescimento de dividendos

Empresa

Ticket Anos Cresc Data remoção Cortou Congelou Fusão / Compra Outro Descrição

C.R. Bard Inc.

BCR 46 12/29/17 X Acq'd by Becton Dickinson & Co.
Minden Bancorp Inc. MDNB 15 1/2/18 X Acquired by Business First Bancs.
Macquarie Infrastructure Company LLC MIC 7 3/3/18 X 2018 not Year 8
Scripps Networks Interactive Inc. SNI 7 3/6/18 X Acquired by Discovery Commun.
Inmarsat plc IMASF 13 3/9/18 X

Apenas alguma explicações sobre a tabela acima:

  • Anos Cresc – é a quantidade de anos que a empresa estava crescendo dividendos
  • Data remoção – data que ela foi retirada da lista
  • Cortou – marca as que tiveram os dividendos cortados, ou seja o pagamento foi menor que o ano anterior.
  • Congelou – os dividendos não foram menores mas foram do mesmo tamanho, por isso ela deve sair da lista.
  • Fusão/Compra – a empresa foi comprada por outra ou se fundiu.
  • Outro – outro motivo não especificado acima.
  • Descrição – alguma informação que seja relevante, como a empresa que a adquiriu entre outras coisas.

Gostou do blog? Então se inscreva nesse link para receber as atualizações via e-mail e curta nossa pagina no Facebook.

Enquanto isso…